Tuesday, June 23, 2015

LUÍS DE CAMÔES

Cantiga 
a este moto: 

Quem se confia em olhos, 
nas meninas deles vê, 
que meninas não têm fé. 

VOLTAS 

Quem põe suas confianças 
em meninas sem assento, 
ofereça o sofrimento 
a duzentas mil mudanças. 
Mostram no ar esperanças, 
mas em seus olhos se vê 
como não têm n'alma fé. 

Enganam ao parecer, 
porque, no caso de amar, 
são mulheres no matar 
e meninas no querer. 
Quem em seus olhos se crer, 
cem mil graças neles vê; 
vê-las, sim, mas não ter fé. 

Amostram-vos num momento 
favores assi a molhos; 
mas na mudança dos olhos 
se lhe muda o pensamento. 
Em nada têm assento, 
e o que mais neles se vê 
é fermosura sem fé.

No comments: