Saturday, May 17, 2008

Cães danados

Quem não tem memória
perde-se nos caminhos
da floresta. Em cada
passo que dá, afasta-se.
De que se afasta? Não
sabe. Alheio a si mesmo,
ausente de todos os lugares,
aquele que não se recorda
aproxima-se da sua morte.
Às vezes as palavras que ele
diz parece que não têm sentido.
Mas aquele que não tem memória
confunde a sombra das árvores
com a própria árvore e imagina
que as estrelas são cães danados
a ladrar na negra noite de desespero.

No comments: