Wednesday, April 30, 2008

Equívocos

O sentido das palavras não é o mesmo em Portugal, em Paris, em Pequim, em Berlim e em Nova Iorque. É evidente que não. O sentido das palavras é inseparável da experiência daqueles que as usam. As palavras nascem no ambiente que as exige e lhes é natural. Transplantadas para outro sítio as palavras conservam parte do seu sentido original, certamente. Mas com muitos mal-entendidos. Para perceberem o que eu digo imaginem que alguém planta bananas em Coimbra e quer vendê-las na América... As bananas de Coimbra, se conseguirem ser bananas, serão sempre apenas as bananas de Coimbra. Não é bom nem é mau, é apenas assim.

No comments: