Friday, February 08, 2008

Preocupações


Estive quase a preocupar-me com a questão da "interioridade", que o Governo decidiu resolver. Estive quase a preocupar-me ao saber que Manuel Alegre - novidade que convinha ser anunciada - não se revê neste PS. Alegre conhece em vida a ilusão da glória literária (tem dois versos no arco do triunfo da Avenida de Berna, uma estátua no jardim em Coimbra, prémios de poesia oferecidos pelo Graça Moura) e ainda se queixa, o ingrato; deve querer ir viver para os Jerónimos. Outras razões para ficar pensativo: o exagero dos orçamentos que não são respeitados, como o da reabilitação do túnel do Rossio dos comboios da minha infância. Os jornais portugueses só me trazem inquietações. Há dias eram as malandrices do Sócrates: assinou trabalho de outros, recebeu indevidamente dinheiro, segundo
O Público, que é o jornal que eu estou a citar sem o citar. Depois aquele Telmo ou Telo não sei quê que assinou 300 despachos numa noite, outra malandrice de outro político. Estas preocupações que me vêm do exterior são excessivas. Deixei de fumar, estou irritadiço. Vou ler o Record, quero ter notícias do fabuloso Scolari e da magnífica selecção.


No comments: