Monday, October 29, 2007

Faz

E agora, José, não cantes nem chores. Senta-te e lê. Ou olha a parede e medita. A vida não é tão interessante? Complicada, é certo. Mas por isso mesmo. Não desesperes, José. Não te aborreças. Não cantes o fado. Não te queixes. Não durmas de mais. Não tomes tanto café. Anda, veste-te e vai passear pela avenida. Ou vai ao futebol. Faz qualquer coisa, ó danado. Escreve um poema épico, por exemplo. Ou um romance social. Ou erótico. Ou erótico-social, seria uma novidade, certamente, e o mercado absorve todas as originalidades sem esforços nem arrotos excessivos. José, sê bom rapaz, sê bom português, sê como o teu pai sempre quis que tu fosses. Lembra-te da tua pobre mãe. Sorri, não chores. Mas sobretudo levanta-te e corre, faz alguma coisa.

No comments: