Friday, August 17, 2007

Tudo errado





"the being of the body, certainly, is sexed, but this is secondary (...) experience shows [that] it is not upon these traces that the jouissance of the body - insofar as the body symbolizes the Other - depends"
(Lacan)

Ao reler isto, achei que está tudo errado:

1. O corpo "simboliza"? E simboliza "o outro"? Que charada complicada é essa? Tocamos símbolos, beijamos símbolos, sonhamos com símbolos? Admito que "o outro" seja, como tudo o que existe, uma "mercadoria" com determinado valor no mercado (valor impossivel de definir, mas marcado socialmente e marcado pela minha fantasia). Isso não o reduz no entanto a um símbolo, não o elimina como indivíduo.

2. O corpo do "outro" - e o "valor" que lhe atribuímos - não tem nada a ver com o grau da excitação, da "jouissance", do prazer? Toda a gente sabe que isso é mentira. Se há outros factores a ter influência no "valor" (erótico? sentimental?) de que se reveste a pessoa, as qualidades particulares de um corpo também desempenham um papel importante no que acontece.

Não se pode acreditar seriamente em nada do que os outros dizem...

No comments: