Tuesday, May 22, 2007

amar

amar-te é como amar a deus. vais jantar comigo e depois abandonas-me à minha solidão não te vejo não me respondes. pensarás em mim? o que é que tu queres afinal? queres ir comigo para onde eu for. mas continuas a ter medo do amor e ainda não sabes se podes confiar em mim. é isso que tu dizes. eu respondo: e se não nos entendemos, como é, o que vai acontecer? tu dizes logo: não nos entendemos? por que razão é que não nos havíamos de entender? as tuas contradições são inúmeras. tenho de ter isso em conta. tu és um little bird com as asas feridas e usas o bico para compensar a incapacidade de voar. queres e não queres. complicas tudo mas depois simplificas tudo não sei que pensar. só sei que é sexta-feira à noite que tu vais trabalhar até tarde que provavelmente não te vou ver durante três ou quatro dias. não te queixes de mim, eu sou paciente.

No comments: