Thursday, March 15, 2007

violência

fui a uma livraria do centro à procura de um livro para oferecer. deixei o carro no parque de estacionamento e fui andando. a polícia tinha fechado várias ruas, não se percebia porquê. mais abaixo, na state street e na carrillo, que estavam bloqueadas, dois polícias tiravam fotografias, tiravam medidas. perguntei a um tipo que ou estava chocado ou estava com os copos o que é que tinha acontecido. devem andar à procura de body parts, vou mas é dar a volta por outra rua, não gosto de ver essas coisas. só mais tarde, depois de ter jantado tranquilamente e de ter tomado café, quando voltava ao carro, é que alguém me explicou o que acontecera: assassinaram um rapaz da junior high, dezassete anos, lutas de gangs, o east e o west da cidade. espantei-me: gangs em santa barbara? seis balas no peito, acrescentou ele, os pais é que têm a culpa, não se ocupam dos filhos. protestei: os pais? se na américa não fosse tão fácil comprar armas como comprar amendoins estas coisas não aconteciam todos os dias. ele concordou.

p.s. afinal não foram seis balas, foram seis facadas. logo no mesmo dia e perto do local onde aconteceram as coisas alguém inventou uma história diferente. é por isso que eu acredito pouco em historiadores. quanto ao resto, além das pistolas há as facas. desta vez foi uma faca.

No comments: