Thursday, January 04, 2007

Curto

Fui ao barbeiro, sentei-me na cadeira, o jovem aprendiz perguntou-me:
- Como é que quer o cabelo?
- Curto - respondi eu.
Distraí-me a olhar o futebol na televisão. Quando me dei conta tinha o cabelo quase todo rapado:
- Eh pá, não corte mais, pare aí. Eu não vou para a tropa.
Tinha-me esquecido de que "curto" não é uma medida nem um tamanho exacto. Sobre o sentido das palavras só nos (des)entendemos porque, distraídos, não nos damos conta de que não sabemos exactamente o que dizemos nem o que ouvimos dizer.

No comments: