Friday, December 15, 2006

O esforço e o sonho

Há rostos serenos e sérios, virtuosos,
que parece contemplarem o infinito e
conhecer o oculto sentido, verdadeiro,
da existência. Transmitem-nos
confiança nos valores, o amor ainda
existe, a traição e a dor são possíveis,
todos os elementos estão no lugar certo.
Que vale alguma coisa, porém, quando
ao cair da noite nos encontramos sós diante
do tédio e da violência da televisão?
Lembramo-nos então dos rostos sérios,
virtuosos. E o nada, inesperadamente,
escorrega de cima dos nossos ombros
para o chão, ressuscitamos para o esforço
e o devaneio, acreditamos que não deve
ser impossível reconstruir os dias.

Santa Barbara, 9 de Fevereiro de 1997

No comments: